O Livro de Mozilla


Abaixo segue informações do Wikipédia…atenção!!!

Indicação de leitura: Blogueiro Bruno Glebert

O Livro de Mozilla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

O Livro de Mozilla (originalmente: The Book of Mozilla) é um easter egg encontrado nos navegadores de internet Mozilla, Firefox, Netscape, SeaMonkey e K-Meleon. Pode ser visto quando na barra de endereços é digitado about:mozilla . Trata-se de informações em uma linguagem aparentemente antiga e religiosa. O conteúdo pode variar muito, dependendo de qual navegador e versão o usuário esteja utilizando. Os textos são apresentados na cor branca sobre fundo colorido (vinho ou azul). No final sempre está escrito: from The Book of Mozilla, (de O Livro de Mozilla,) e depois da vírgula são mostrados algo como capítulo e versículo.

Não existe nenhum livro com o título The Book of Mozilla na realidade. Entretanto, suas passagens são semelhantes ao livro do Apocalipse, da Bíblia. Há cinco versões oficiais dos textos (oficiais porque há versões falsas) e demonstram fatos importantes da história da Mozilla Foundation, trocando nomes e utilizando parábolas. A ordem dos cápitulos e versículos mostrados por ordem da versão são: 12:10, 3:31, 7:15, 11:1 e 11:9.

O Livro de Mozilla, 12:10

A primeira versão do O Livro de Mozilla foi a 12:10 faz alusão ao dia 10 de dezembro de 1994, data de liberação da besta (Netscape). Apareceu pela primeira vez no Netscape 1.1, lançado em 1995. Esta versão se manteve até o Netscape 4.x. A mensagem exibida é:

Tradução livre não oficial:
Na página http://www.mozilla.com/book, no código fonte HTML vê-se uma informação oculta:

<!-- 10th December 1994: Netscape Navigator 1.0 was released -->
<!-- This verse announces the birth of the beast (Netscape) and warns bad coders (up to Netscape 3, when you watched the HTML source code with the internal viewer, bad tags blinked). -->

O Livro de Mozilla, 3:31

Em 10 de maio de 1998, Jamie “JWZ” Zawinski mudou o verso de O Livro de Mozilla em razão de a Netscape ter disponibilizado o código fonte de seu navegador como open source e iniciado o Projeto Mozilla. O verso foi incluído em todas as versões até Outubro de 1998, quando uma modificação no código do Mozilla fez com que o easter egg fosse perdido. Em 5 de fevereiro de 2000, Ben Goodger, trabalhando para a Netscape, copiou O Livro de Mozilla para o novo código. Ele foi incluído em todas as versões subsequentes do Mozilla (até a introdução do verso 7:15).

O verso apresentado é o seguinte:

Tradução livre não oficial:

Na página http://www.mozilla.com/book, no código fonte HTML há uma informação oculta que diz:

<!-- 31st March 1998: the Netscape Navigator source code was released -->
<!-- The source code is made available to the legion of thousands of coders of the open source community, that will fight against the followers of Mammon (Microsoft Internet Explorer). -->

O Livro de Mozilla, 7:15

Versão em Português retirada do navegador Firefox 2.0:Vale notar que apesar do texto ter sido traduzido o título da página permanece em inglês.

Na página http://www.mozilla.com/book, no código fonte HTML está disposta uma informação oculta que diz:

<!-- 15th July 2003: AOL closed its Netscape division and the Mozilla foundation was created -->
<!-- The beast died (AOL closed its Netscape division) but immediately rose from its ashes (the creation of the Mozilla foundation and the Firebird browser, although the name was later changed to Firefox). -->

O Livro de Mozila, 8:20

Versão em Inglês retirada do navegador Netscape 9.0.0.6:Tradução livre não oficial:

O Livro de Mozilla, 11:9

Versão em Português retirada do navegador Firefox 3:

Este verso foi inserido no Mozilla trunk codebase em 9 de janeiro de 2008.[1][2]Ela apareceu pela primeira vez no Firefox 3.0 Beta 3.

No código HTML de http://www.mozilla.org/book, este verso é acompanhado pela seguinte anotação:

<!-- 9th November 2004: Firefox 1.0 is officially released -->
<!-- The worldwide support of Firefox fans leads to its success, illustrating the power of community-based open source projects. -->

“Mammon” é uma alusão ao Internet Explorer, que “dorme” durante 5 anos entre os lançamentos do Internet Explorer 6 e do 7. O “renascimento da criatura” refere-se ao Firefox, que ganhou apoiadores que se auto-organizaram através do Spread Firefox, que comprometeram-se com a publicidade para o navegador, tomando um anúncio no The New York Times e fazendo um círculo em plantação com forma semelhante ao logotipo do Firefox. A “astúcia da raposa” é uma referência direta ao nome do Firefox (“Raposa de Fogo”). O “novo mundo” refere-se ao moderno, baseado em padrões Web sites dinâmicos e aplicações open-source. Os links apontam para o Manifesto Mozilla e para o ​​newsletter about:Mozilla. A última parte, começando com “Mammon acordou” fala do lançamento do Internet Explorer 7 e com a “era nada além de um seguidor”, descreve-o como um seguidor, copiando várias das funções no Firefox que o Internet Explorer anteriormente não tinha. Além disso, esta citação do “10ª edição, é uma alusão ao 10 aniversário da Fundação Mozilla o durante o ciclo de desenvolvimento do Firefox 3.

Versão em diferentes navegadores

Microsoft Internet Explorer

Em alguma versões do Microsoft Internet Explorer, about:mozilla gera uma página azul em branco (possivelmente em referência a Tela Azul da Morte). O comando about:mozilla foi desativado no Service Pack 2 do Windows XP; entretanto, o arquivo contendo a página ainda existe, para aqueles que desejam reativar o comando adicione uma string na chave HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Internet Explorer\AboutURLs com o nome mozilla com o valor res://mshtml.dll/about.moz. Alternativamente, ele pode ser visto diretamente colando a URL res://mshtml.dll/about.moz na barra de endereços do Internet Explorer. Este método funciona nas versões mais recentes do Windows e Internet Explorer onde o comando about:mozilla link é desativado por padrão.

Netscape

Antes do Netscape 1.1, about:mozilla produzia o texto “Mozilla rulles!” (Mozilla governa!).

Digitando about:mozilla em uma versão Unix do Netscape o símbolo altera para uma animação do Mozilla vindo por detrás do ícone “planeta” e cuspindo fogo. (Imagens visíveis aqui)

Flock

O Livro de Mozilla, 11:1

Apesar de não ser um verso oficial da Mozilla, um novo verso do Livro de Mozilla 11:1, pode ser visto no Navegador Flock 1.0+, um “Navegador Social” baseado no Firefox. Este verso é mostrado em uma tela nas cores azul e branco quando o comando about:mozilla é digitado na barra de endereços. O verso segue abaixo:

Tradução em Português:

iCab

O texto seguinte aparece: “Hey, This is not Netscape Navigator.” (Ei, este não é o Navegador Netscape).

Apple Safari

Digitando ‘about:mozilla’ na barra de endereços do Apple Safari leva a somente a uma página em branco, de mesma resposta para qualquer comando ‘about:’ digitado.

Google Chrome

Digitando ‘about:mozilla’ na barra de endereço para o Google Chrome também se recebe como resposta uma página em branco.

Anúncios

Sobre Fabiano Botero

Deformado pelo mundo, sendo formado em Cristo!

Publicado em 17/06/2011, em Apocalipse, Artigos, Curiosidades e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: