JOÃO 3:16


Na cidade de Chicago, numa noite fria, escura, havia uma forte névoa.

Um garotinho estava vendendo jornais na esquina, as pessoas estavam fugindo do frio.

O garotinho estava com tanto frio que ele não poderia ficar vendendo

jornais. Ele caminhou até um policial e disse:

– Senhor, saberia me dizer onde um pobre garoto poderia encontrar um

lugar quente para dormir esta noite? Sabe, eu durmo em uma caixa na esquina

logo abaixo e o frio é terrível à noite. Como seria bom eu ter um lugar

quente para ficar.

O policial olhou para o garotinho e disse:

– Você desce a rua até aquela grande casa branca e bata na porta.

Quando alguém vier abrir a porta você apenas diz “João 3:16”, eles deixarão

você entrar.

Então o garotinho caminhou até a casa e bateu na porta e uma senhora o

atendeu.

Ele olhou para ela e disse:

– “João 3:16”.

A senhora disse:

– Entre, filho. Ela o levou para dentro da casa e o sentou numa poltrona

em frente a uma grande lareira, e se retirou. Ele ficou ali sentado e pensou

“João 3:16. Eu não entendi isto, mas isto é certo que aquece um menino que

sentia frio.”

Mais tarde a senhora voltou e perguntou-lhe:

– Você está com fome?

Ele respondeu:

– Bem, um pouco. Eu não como há alguns dias. A senhora o levou até

a cozinha e sentou-o numa mesa cheia de comida. Ele comeu até não poder

mais.

Então ele pensou: “João 3:16… Eu não entendi isto, mas isto é certo que

sacia a fome de um menino.”

Ela o levou até o banheiro onde tinha uma enorme banheira cheia de água

quente e ele entrou na banheira e molhou-se.

Ainda molhado, ele pensou, “João 3:16… É certo que eu não entendi isto,

mas isto fez um menino sujo, limpo.

Você sabe, eu nunca tinha tido um banho de verdade em toda a

minha vida. O único banho que eu tive foi quando eu fiquei em frente a um

grande hidrante de incêndio que estava esguichando água.

“A senhora o levou até o quarto e o colocou em uma grande cama antiga

e cobriu-o com um cobertor até o seu pescoço, deu-lhe um beijo de boa noite

e apagou as luzes. Assim que ficou no escuro e olhou para a janela, a neve

começou a cair naquela noite fria e ele pensou: “João 3:16…

Eu não entendi isto, mas isto fez com que um menino cansado, descansasse.”

Na manhã seguinte, a senhora voltou até o quarto e o levou para a mesma

mesa cheia de comida. Depois que ele comeu, ela o levou de novo para mesma

poltrona em frente à lareira e pegou uma Bíblia grande e sentou em frente a

ele.

Ela o olhou e perguntou:

– Você entendeu João 3:16?

Ele disse:

– Não, senhora. A primeira vez que eu ouvi foi na noite passada quando

um policial disse-me para usar isto.

Ela abriu a Bíblia em João 3:16, e começou a explicar para ele sobre Jesus.

Ali mesmo em frente à grande lareira, ele deu seu coração e vida para Jesus.

Ele sentou e pensou, “João 3:16. Eu não entendi isto, mas isto faz um

menino perdido ser salvo.

“Você sabe, eu tenho que te confessar, eu não posso

entender, como Deus enviou seu próprio Filho

para morrer por mim, e como Jesus concordou em fazer tal coisa? Eu não

entendi isto, mas é certo que isto faz a vida valer a pena.

Anúncios

Sobre Fabiano Botero

Deformado pelo mundo, sendo formado em Cristo!

Publicado em 16/06/2011, em Artigos, Reflexões e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: